Homilia do Pe. Julio no 4º Domingo da Quaresma – a cura do cego de nascença

“Quem mergulha em Jesus, nasce de novo e se torna capaz de enxergar a novidade do amor. De enxergar de uma maneira nova, não mais para condenar nem destruir, mas para construir e transformar a vida”.

No 4º Domingo da Quaresma, o Evangelho conta que Jesus curou um cego de nascença, uma pessoa desprezada e considerada pecadora. Quando ele passa a enxergar, uma série de conflitos vem a tona. Acompanha a reflexão do Pe. Julio Lancellotti:

Gravação realizada na missa das 10h de 26/03/2017, na capela da Universidade São Judas Tadeu, em São Paulo.

Um Comentário

  1. teresa norma
    mar 31, 2017 @ 10:25:59

    sua homilia mostra seu coraçao compadecido com as dores do mundo…nossa como dói enxergar Padre. Quanto sofrimento de um povo que nasce sem voz sem vez. Obrigada Padre por tantos anos tentando nos fazer enxergar.

    Reply

Deixe um comentário