Santa Basilissa e Anastacia

15 de Abril

A tradição diz que duas nobres romanas, Basilissa e Anastácia foram convertidas para o cristianismo pelas pregações dos apóstolos São Paulo e São Pedro. Após os dois apóstolos terem sido martirizados em Roma, Basilissa e Anastácia encontraram os seus corpos e os enterraram  secretamente à noite.

 

Isto teria enfurecido as autoridades, que acabaram descobrindo quem havia enterrado os apóstolos. As duas mulheres foram presas e conduzidas diante do tribunal de Nero, onde deveriam renunciar à sua fé e confessar onde teriam enterrado os dois, para que seus corpos fossem exumados e queimados. Nenhuma das duas confessou o local. Ambas foram, então, martirizadas de maneira selvagem e, finalmente, tiveram as suas línguas arrancadas, os braços e pés cortados antes de serem decapitadas. Isto ocorreu por volta do ano 68.

Somente os gregos têm os registros completos da história delas. Por isso, certos hagiógrafos e martirologistas duvidam da existência dessas duas senhoras.

Na arte litúrgica da Igreja, Basilissa e Anastácia são mostradas com as mãos e os pés decepados. Em outras representações, são mostradas enterrando os corpos de São Pedro e São Paulo.

Deixe um comentário