Santo Padre Pio de Pietrelcina

 

23 de Setembro

Biografia

Herdeiro espiritual de São Francisco de Assis, o Padre Pio de Pietrelcina foi o primeiro sacerdote a ter impresso sobre o seu corpo os estigmas da crucifixão. Ele é conhecido em todo mundo como o “Frei”estigmatizado.

O Padre Pio, a quem Deus deu dons particulares e carismas, se empenhou com todas as suas forças pela salvação das almas. Os muito testemunhos sobre a grande santidade do Frei, chegam até os nossos dias, acompanhados de sentimentos de gratidão. Suas intercessões providencias junto a Deus foram para muitos homens causa de cura do corpo e motivo de renovação do espírito.

O Padre Pio de Pietrelcina que se chamava Francesco Forgione, nasceu na Pietrelcina, num pequeno povo da Província de Benevento, em 25 de maio de 1887. Pertencia a  uma família humilde tendo padrepio2.jpg (5839 byte)como  pai Grazio Forgione e a mãe Maria Giuseppa  Di Nunzio tinham outros filhos. Desde muito menino Francesco experimentou em si o desejo de consagrar-se totalmente a Deus e este desejo o distinguia de seus coetâneos. Tal “diferença” foi observada por seus parentes e amigos.  Narra a mamãe Peppa: “Não cometeu nunca nenhuma falta,  não tinha caprichos, sempre obedeceu a mim e a seu pai, a cada manhã e a cada tarde ia à igreja visitar a Jesus e a Virgem. Durante o dia não saia nunca com os seus companheiros. Às vezes eu dizia: – “Francì vá um pouco a brincar”. Ele se negava dizendo: – “Não quero ir porque eles blasfemam”. Do diário do Padre Agostinho de San Marco em Lamis, o qual foi um dos diretores espirituais do Padre Pio, soube que o Padre Pio, desde 1892 quando tinha apenas cinco anos, viveu já suas primeiras experiências místicas espirituais. Os Extasies e as aparições foram freqüentes, mas  para o menino pareciam serem absolutamente normais.

Com o passar do tempo, realizou-se para Francesco o que foi o seu maior sonho: consagrar totalmente a sua vida a Deus.

Em 6 de janeiro de 1903, aos dezesseis anos, entrou como clérigo na ordem dos Capuchinhos. Foi ordenado sacerdote na Catedral de Benevento, a 10 de agosto de 1910. Teve assim início sua vida sacerdotal que por causa de suas condições precárias de saúde, se passou primeiro em muitos conventos da província de Benevento. Esteve em vários conventos por motivo de saúde, assim, a partir de 4 setembro de 1916 chegou ao convento de San Giovanni Rotondo, sobre o Gargano, onde ficou até 23 de setembro de 1968, dia de seu pranteado falecimento.

Nesse longo tempo o Padre Pio iniciava seus dias despertando-se a noite, muito antes da aurora, se dedicava a oração e com grande fervor aproveitando a solidão e silêncio da noite. Visitava diariamente por longas horas a Jesus Sacramentado, preparando-se à Santa Missa, e daí sempre tirou as forças necessárias, para seu grande trabalho com as almas, levando-as até Deus no Sacramento da Confissão. Atendia confissão por longas horas, até 14 horas diárias, e assim salvou muitas almas.

Um dos acontecimentos que marcou intensamente a vida do Padre Pio foi que se verificou na manhã do 20 de setembro de 1918, quando, rezando diante do Crucifixo do coro da velha e pequena igreja, o Padre Pio recebeu o maravilhoso presente dos estigmas. Os estigmas ou as feridas foram visíveis e ficaram abertas, frescas e sangrentas, por meio século. Este fenômeno extraordinário tornou a chamar, sobre o Padre Pio a atenção dos médicos, dos estudiosos, dos jornalistas, enfim sobre toda a gente comum que, no período de muitas décadas foram a San Giovanni Rotondo para encontrar o santo frade.

 

Numa carta ao Padre Benedetto, datada de 22 de outubro de 1918, o Padre Pio narra a sua “crucifixão”: O que posso dizer aos que me perguntam como é que aconteceu a minha crucifixão? Meu Deus! Que confusão e que humilhação eu tenho o dever de manifestar o que Tu tendes feito nessa mesquinha criatura!”

Foi na manhã do 20 do mês passado ( setembro ) no coro, depois da celebração da Santa Missa, quando fui surpreendido pelo descanso do espírito, pareceu um doce sonho. Toso os sentidos interiores e exteriores, além das mesmas faculdades da alma, se encontraram numa quietude indescritível. Em tudo isso houve um silêncio em torno de mim e dentro de mim; senti em seguida uma grande paz e um abandono na completa privação de tudo e uma disposição na mesma rotina.

Tudo aconteceu num instante. E em quanto isso se passava, eu vi na minha frente um misterioso personagem parecido com aquele que tinha visto na tarde de 5 de agosto. Este era diferente do primeiro, porque tinha as mãos, o pés e o peito emanando sangue. A visão me aterrorizava, o que senti naquele instante em mim não sabia dizê-lo. Senti-me desfalecer e morreria, se Deus não tivesse intervindo sustentar o meu coração, o qual sentia saltar-me do peito. A visão do personagem desapareceu e dei-me conta de que minhas mãos, pés e peito foram feridos e jorravam sangue. Imaginais o suplício que experimentei então e que estou experimentando continuamente todos os dias. A ferida do coração, continuamente, sangra. Começa na quinta feira pela tarde até sábado. Meu pai, eu morro de dor pelo suplício e confusão que experimento no mais íntimo da alma. Temo morre en sangue, se Deus não ouvir os gemidos do meu pobre coração, e ter piedade de retirar de mim está situação…”

Durante anos, de todas as partes do mundo, os fiéis foram a este sacerdote estigmatizado, para conseguir a sua potente intercessão junto a Deus. Cinqüenta anos passados na oração, na humildade, no sofrimento e no sacrifício, de onde para atuar seu amor, o Padre Pio realizou duas iniciativas em duas direções: uma vertical até Deus com a fundação dos “Grupos de ruego”, hoje chamados “grupos de oração”e outra horizontal até os irmãos, com a construção de um moderno hospital: “Casa Alívio do Sofrimento”.

Em setembro os 1.968 milhares de devotos e filhos espirituais do Padre Pio se reuniram em um congresso em San Giovanni Rotondo para comemorar o 50 aniversário dos estigmas e celebrar o quarto congresso internacional dos Grupos de Oração. Ninguém imaginou que às 2h30 da madrugada do dia 23 de setembro de 1968, seria o doloroso final da vida do Padre Pio de Pietrelcina. Deste maravilhoso frei, escolhido pro Deus para derramar a sua Divina Misericórdia de uma maneira especial.

Milagres do Padre Pio

 É muito difícil estabelecer uma definição para a palavra “milagre”. Os Milagres são considerados expressões do sobrenatural. Nós também podemos dizer que um milagre é um fenômeno que ocorre contrário as leis naturais e obedecem a uma força superior: a de Deus. A vida do Padre Pio é cheia de milagres. Mas nós temos que prestar atenção à natureza do milagre que é sempre divino. Desta maneira o Padre Pio sempre convidou as pessoas a  agradecer Deus, verdadeiro autor dos milagres. 

O primeiro milagre atribuído ao do Padre Pio, aconteceu em 1908. Naquela época ele morava no convento de Montefusco. Um dia ele decidiu ir a floresta para colher castanhas em uma bolsa. Ele enviou esta bolsa para sua tia Daria em Pietrelcina. Ela sempre foi muito afetuosa para com ele. A sua tia recebeu a bolsa e comeu as castanhas e depois guardou-a como lembrança. Poucos dias depois sua tia Daria estava procurando algo em uma gaveta onde o seu marido normalmente guardava pólvora. Era noite e ela estava usando uma vela quando de repente a gaveta pegou fogo. O fogo atingiu Tia Daria e num instante, ela pegou a bolsa que tinha as castanhas de Padre Pio e a pôs na sua face. Imediatamente sua dor desapareceu e não ficou nenhuma ferida ou queimadura na sua face.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial, na Itália, o pão era racionado. No convento do Padre Pio havia sempre muitos convidados e pessoas pobres que iam até lá pedir comida. Um dia, os monges foram para o refeitório e perceberam que na cesta tinha aproximadamente um quilo de pão. Todos os irmãos rezaram e se sentaram antes de começar comer e o Padre Pio foi para a Igreja. Depois que um tempo que ele voltou com muitos pães nas mãos. O Superior perguntou para Padre Pio: “Onde você conseguiu os pães? ” e Padre Pio respondeu:  “Um peregrino à porta me deu “. Ninguém falou, mas todo o mundo concluiu que só Padre Pio poderia encontrar esse tal peregrino. 

 

Uma vez no convento do Padre Pio, um frade deixou de colocar hóstias suficientes para a celebração, pois havia poucas disponíveis. Mas depois das confissões Padre Pio pegou as hóstias começou a entregar a Sagrada Comunhão às pessoas e ao término da celebração sobraram muitas hóstias, mais do que eles tinham antes. 

 

Uma filha espiritual do Padre Pio estava lendo uma carta dele a beira de uma estrada. O vento fez a carta voar e rolar por uma ribanceira. A carta já estava longe quando deixou de voar e caiu e ficou presa numa pedra. Desse modo foi possível recuperar a carta. No dia seguinte ela encontrou com o Padre Pio que lhe disse: “Você tem que prestar mais atenção no vento da próxima vez. Se eu não tivesse posto meus pés na carta ela teria se perdido”.

 

Sra. Cleonice Morcaldi, filha espiritual do Padre Pio disse: “Durante a Segunda Guerra Mundial meu sobrinho estava prisioneiro. Nós não tínhamos recebido notícias durante um ano e todo mundo acreditou que ele havia morrido. Os Pais dele pensavam mesma coisa. Um dia a mãe dele foi ao Padre Pio e se ajoelhou em frente ao frade que estava no confessionário e disse: “Por favor, diga-me se meu filho está vivo. Eu não vou embora se você não me falar. Padre Pio simpatizou-se com ela e tendo piedade de suas lágrimas disse:  “Levante-se e fique tranqüila”. Alguns dias depois, eu não pude resistir  diante da dor dos Pais, e assim decidi pedir um milagre para Padre Pio. Eu disse: “Padre, eu vou escrever uma carta a meu sobrinho Giovannino. Eu só escreverei o nome dele no envelope por que nos não sabemos onde ele está. Você e seu Anjo da Guarda levarão a carta até ele” Padre Pio não respondeu. Eu escrevi a carta  e pus em minha mesa, de noite, para entrega-la na manhã seguinte ao Padre Pio. Ao amanhecer para a minha grande surpresa e medo a carta não estava mais lá. Eu fui correndo até o Padre Pio para lhe agradecer e ele me disse: “Dê graças a Nossa Senhora”. Quase quinze dias depois nosso sobrinho respondeu a carta. Então toda nossa família ficou contente, dando graças a Deus e ao Padre Pio”.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial o filho de Sra. Luisa que era Oficial da Marinha britânica Real era motivo de angustia para a sua mãe, pois ela orava diariamente para o conversão e salvação do seu filho. Um dia um viajante inglês chegou a San Giovanni Rotondo, trazendo alguns jornais ingleses. Luisa quis ler os jornais. Ela leu notícias do afundamento do navio que o filho dela estava. Ela foi chorando ver o Padre Pio que a consolou imediatamente: “Quem lhe falou que seu filho morreu? Na realidade Padre Pio pôde dizer exatamente o nome e o endereço do hotel onde o jovem oficial estava, depois de ter escapado do naufrágio no Atlântico. Ele estava no hotel a espera do novo cargo. Imediatamente Luisa lhe enviou uma carta e depois de 15 dias obteve uma resposta do seu filho”.

 

Havia uma tal mulher nobre e boa em San Giovanni Rotondo que o Padre Pio disse que era impossível, de achar qualquer falha em sua alma para perdoar. Em outras condições; ela viveu para ir para o céu. Ao término da Quaresma, Paulina, estava tremendamente doente. Os doutores não lhe deram esperanças. O marido dela e as cinco crianças deles foram para o convento rezar e pedir ajuda para Padre Pio. Duas das cinco crianças correram em direção ao Padre Pio chorando. O Padre Pio ficou perturbado; e então tentou consolá-los prometendo que ia rezar para eles, nada mais!  Alguns dias depois mais ou menos às sete horas da manhã, as coisas mudaram. Na realidade ele pediu para Paulina, de forma que isto curou e ele disse-lhes: “Ela se recuperará no Dia da Páscoa. Mas durante a sexta-feira Santa, Paulina perdeu a consciência, e ela logo depois no dia de sábado havia entrado em estado de coma; finalmente, depois de algumas horas Paulina morreu. Alguns dos seus parentes levaram o vestido de noiva dela para vesti-la, isto de acordo com uma velha tradição. Outros parentes correram para o convento para pedir um milagre ao Padre Pio. Ele lhes respondeu:” Ela ressuscitará e foi para o altar para celebrar a Santa Missa. Quando o Padre Pio começou a cantar o Glória e o som dos sinos que anunciam a ressurreição de Cristo, ele deu um forte grito e os olhos dele estavam cheio de lágrimas. No mesmo momento ressuscitou Paulina e sem qualquer ajuda ela desceu da cama, se ajoelhou e orou três vezes o Credo. Então eles se levantaram e sorriram. “Ela ressuscitou”. Na realidade o Padre Pio não tinha dito, “ela ressuscitará” e sim “ela recuperará”. Quando eles lhe perguntaram que se passou durante o tempo que ela estava morta; ela respondeu: “Eu subi, eu subi, eu subi; até que eu entrei em uma grande luz, e de repente eu voltei”.

 

Testemunho de uma mãe: “Minha primeira filha, nasceu em 1953 quando tinha um ano e meio; o Padre Pio salvou a sua vida em forma súbita e milagrosa. Na manhã de 06 de Janeiro de 1955 meu marido e eu estávamos na igreja assistindo à Santa Missa e nossa filha estava em casa com o avô dela. De repente um acidente aconteceu, e nossa filha se queimou com uma panela de água quente. A queimadura era tão grande quanto séria; o atingiu desde estômago até a parte de atrás. O doutor recomendou para a hospitalizá-la imediatamente; porque ela poderia morrer devido ao estado de gravidade suprema… Por isto ele não nos deu nenhum medicamento. Desesperada ao ver sofrendo a minha filha, nisso que o doutor se foi; eu invoquei fortemente o Padre Pio que entrevisse urgentemente. Enquanto eu estava pronta para levá-la para o hospital, já era quase meio-dia; quando de repente a menina que estava só no quarto me chamou mãe, mãe olhe eu já não tenho nenhuma ferida”. E quem desapareceu suas feridas? eu perguntei amedrontada e com grande curiosidade. Ela respondeu. “Mãe o Padre Pio veio, e ele curou minhas feridas pondo suas mãos sagradas em minha queimadura”. Realmente para surpresa de todos, não havia nenhum sinal ou marca que havia alguma queimadura; o corpo de minha filha era totalmente saudável, e pensar que alguns minutos antes que o médico a condenou.

 

Os camponeses de San Giovanni Rotondo se lembram com grande felicidade o evento seguinte: Estavam na primavera, as árvores de amêndoas floridas, enquanto estavam prometendo uma boa colheita. Mas infelizmente milhões de lagartas vorazes chegaram e elas devoraram as folhas e as flores, não deixaram se quer as cascas. Depois de dois dias tentando parar aquela invasão os camponeses estavam muito preocupados, porque para muitos deles as amêndoas eram o único recurso econômico – eles decidiram contar ao Padre Pio o problema. O Padre Pio teve uma bela visão das árvores pela janela dele no convento e ele decidiu as abençoar. Ele vestiu os vestuários sagrados e ele começou a rezar. Quando terminou, ele pegou a água benta e fez o sinal da Cruz, em direção para as árvores. Imediatamente as lagartas desapareceram, e no dia seguinte que as lagartas tinham desaparecido, as árvores de amêndoas, pareciam ter os brotos novamente. Era um desastre; a colheita estava perdida.  O que aconteceu então é realmente incrível!  Nós tivemos a colheita mais abundante. Como é possível que nós tivemos uma colheita mais abundante a que aquelas que nós normalmente tivemos? Nunca, em tempos normais nós tínhamos tido uma colheita deste modo. Os cientistas nunca puderam dar uma explicação a este fenômeno. 

 

No jardim do convento eles tiveram vários tipos de árvores; os ciprestes, algumas de fruta e algumas de espinho. Principalmente pelas tardes de verão, o Padre Pio desfrutava do clima, na sombra, junto com os amigos dele, e alguns convidados, uma vez, quando o Padre Pio estava falando com algumas pessoas, repentinamente muitos pássaros começaram a cantar e fazer barulho à sombra das árvores. Os pássaros tinham composto uma sinfonia ali; Grackles, pardais, e outras espécies. O Padre Pio ficou aborrecido pela sinfonia, e olhando para os pássaros lhes falaram: “silencio” Naquele mesmo momento, os pássaros, os grilos e as cigarras estavam quietos.  Pessoas que estavam no jardim, estava profundamente surpreso! Na realidade o Padre Pio tinha falado aos pássaros, igual a São Francisco. 

 

Outro testemunho, de um senhor que contou: “Minha mãe vinha de Foggia e era um das primeiras filhas espirituais do Padre Pio. Ela tinha pedido para o Padre Pio a conversão e a proteção” de meu pai; quando em abril de 1945 eles iriam executa-lo. Ele estava na frente do pelotão de tiroteio quando de repente pulou diante dele Padre Pio para protegê-lo. O comandante do pelotão deu a ordem de atirar; mas nenhum tiro foi disparado dos rifles dos sete membros do pelotão e o comandante ficaram surpreendidos, eles verificaram seus rifles e não acharam nenhum problema. Assim o pelotão; apontou para meu pai novamente, e o comandante pediu aos soldados dele para atirar novamente, E novamente acontece à mesma coisa. Os rifles não trabalharam. Esta realidade misteriosa e inexplicável interrompeu a execução. Meu pai voltou para casa e ele se converteu, ele recebeu os sacramentos sagrados em San Giovanni Rotondo quando fui agradecer Padre Pio. Deste modo minha mãe obteve os milagres que ela sempre tinha pedido ao Padre Pio: a conversão do marido dela! 

 

Testemunho do Padre Honorato: “Eu entrei para San Giovanni Rotondo com um amigo em motocicleta. Eu cheguei para o convento alguns minutos antes do meio-dia. Dando meus cumprimentos ao superior, eu fui para a caixa de confissão cumprimentar o Padre Pio e beijar a mão dele. Deveria ser se lembrado de que meu modelo de motocicleta foi chamado” vespa “. Quando me viu o Padre Pio me falou: “cansado pela viagem de vespa?” Eu estava bastante surpreendido: na realidade o Padre Pio não me tinha visto quando eu cheguei para o convento, mas ele soube que tipo de transporte eu usei. A manhã seguinte que nós deixamos San Giovanni Rotondo com minha “vespa” e nós partimos para San Miguel, a próxima cidade depois de  San Giovanni Rotondo. O tanque de gasolina estava vazio, e nós nos decidimos de enchê-lo em Monte San Ângelo. Mas assim que nós alcançamos aquela cidade pequena fomos deparados com um problema: todas as bombas de gasolina estavam fechadas. Desta forma, nós decidimos voltar a San Giovanni Rotondo. Realmente esperamos achar alguém na estrada que poderia nos dar um pouco de gasolina. No primeiro lugar eu estava angustiado por meus irmãos do convento, porque estava passando da hora do almoço; coisa que não é gentil… Mas sem a gasolina, para os poucos quilômetros, a moto começou a fazer um  barulho e parou, verificamos o tanque, e estava vazio. Com tristeza eu contei a meu amigo que nós só temos dez minutos para chegar para ao convento e almoçar com nossos irmãos.Não achamos nenhuma solução, e por isto, meu amigo, deu um pontapé no pedal. Incrível! A motocicleta arrancou novamente! Nós empreendemos a viagem imediatamente a San Giovanni Rotondo sem desejar saber a razão porque a motocicleta tinha arrancado sem gasolina. Quando estávamos chegando ao convento a motocicleta parou novamente. Destampamos o tanque e vimos que ele estava seco. Surpreendidos olhamos para nossos relógios: era dez minutos antes da hora do almoço. Significou que nós, nós tínhamos coberto quinze quilômetros em uma média de 180 quilômetros por hora. Sem a gasolina!”.Eu entrei para o convento enquanto os irmãos estavam abaixando para o almoço, e quando Fui procurar o Padre Pio, e ficamos olhando um para o outro e rindo.

 

Era o mês de maio em 1925.  Uma moça, chamada Maria, teve um pequeno bebê, e sentia-o doente desde o seu nascimento, o que a deixava muito preocupada. Após uma consulta ao médico, foi-lhe dito que a criança tinha uma doença muito complexa. Não havia nenhuma esperança para o bebê: ele não poderia se recuperar. Então, Maria decidiu ir de trem para a cidade de São Giovanni Rotondo. Mesmo vivendo em um pequeno povoado ao sul de Puglia (uma região muito pobre no sul da Itália), tinha ouvido alguns rumores em relação ao padre Pio, um frade que apresentava os estigmas, como Jesus Cristo, e que fazia milares, recuperava os doentes e dava esperança para as pessoas deseperadas;  este relatos despertaram em Maria uma grande fé e esperança, e imediatamente iniciou a viagem, mas durante o trajeto o bebê morreu. Ela velou aquele pequeno corpo a noite inteira e, ao amanhecer, colocou-o numa bolsa e fechou-a. Após Maria ter perdido o filho, chegou ao convento de São Giovanni Rotondo. Ela não tinha mais nenhuma esperança! Mas não tinha perdido a fé. À tarde, após muitos esforços, estava em frente ao padre Pio. Conseguiu isto ficando na fila das pessoas que esperavam para confessar com o religioso. Continuava carregando a mala que continha o cadáver do seu filho, que havia morrido há quase 24 horas. Maria ajoelhou-se diante do sacerdote, chorou deseperadamente suplicando ajuda ao padre Pio. Ele a olhou piedosamente. A mãe abriu a mala e mostrou o cadáver de seu filho ao padre Pio. O pobre padre se condoeu profundamente com a tristeza daquela mãe. Ele tomou o pequeno corpo e pôs as mãos estigmatizadas na cabeça do bebê, e então orou voltado ao céu. Depois de um tempo, a pobre criatura estava novamente viva. Um gesto, um movimento dos pés, os braços… parecia que dormia e simplemente tinha acordado depois de um longo sono. Falando com a mãe ele disse: “Mãe, por que você está chorando? Seu filho está dormindo!” A mãe e os gritos da multidão encheram a igreja. Todo o mundo falava em milagre!

 

Um estanceiro saia muito tarde do convento, e quando se preparava para ir embora, notou que estava chovendo. Dirigiu-se ao padre Pio: “Eu não tenho guarda-chuva. Posso ficar aqui até de manhã? Se não puder ficar, vou me ensopar”. “Eu sinto muito meu querido, não é possível. Mas não se preocupe! Eu o acompanharei!”, respondeu-lhe padre Pio. O engenheiro pensou que teria sido muito melhor não fazer aquela penitência, mas com a ajuda do padre Pio, a caminhada poderia ser menos rigorosa. Então, ele colocou o seu chapéu e saiu para percorrer à pé as duas milhas entre o convento e o povoado. Mas, assim que saiu, percebeu com surpresa que não chovia mais. Havia somento uma garoa quando ele chegou na sua casa. “Meu Deus”, exclamou a sua mulher, que abriu a porta. “Você deve estar molhado até os ossos!”. “Nada”, respondeu o estanceiro, “não está chovendo”. Os camponeses que lá estavam olharam uns para os outros e confusos disseram: “O que! Não está chovendo mais? Está chovendo muito! Escute!”. Eles abriram novamente a porta e estava chovendo torrencialmente. Comentaram que chovia há mais de uma hora ininterruptamente. “Como você conseguiu vir para cá sem estar molhado?” perguntaram. O estanceiro respondeu: “O padre Pio me falou que me acompanharia”. Então, os camponeses perceberam que tinha sido mais um milagre do padre Pio, e comentaram: “Agora está tudo exclarecido”. Dirigiram-se calmamente à cozinha onde iriam jantar, quando a mulher disse: “Sem dúvida, a companhia do padre Pio é muito melhor do que a de um guarda-chuva!”.

 

Um homem de Ascoli Piceno (uma cidade italiana) contou: “Lá pelo final dos anos de 1950, eu fui para São Giovanni Rotondo com minha esposa para confessarmos e recebermos a absolvição depois de cumprirmos a penitência imposta pelo padre Pio. Anoitecia, e eu ainda estava no convento, quando encontrei o padre Pio, que disse: ‘Você ainda está aqui?’. ‘Meu carango não deu partida’, eu respondi. ‘O que é exatamente um carango’, perguntou-me o padre Pio. ‘É o meu carro’, respondi. ‘Vamos dar uma olhadinha’, disse-me. Quando chegamos ao automóvel, ele deu partida imediatamente sem qualquer problema. Eu e minha mulher viajamos toda a noite e, na manhã seguinte, eu levei meu carro ao mecânico para dar uma verificada. O mecânico, depois de fazer os testes, disse que o sistema elétrico do carro estava completamente fora de uso, e não acreditou quando eu lhe falei que tinha viajado com o carro a noite inteira. Na realidade, era impossível cobrir 400 quilometros, entre San Giovanni Rotondo e Ascoli Piceno, com o carro naquele estado. Eu logo percebi: padre Pio tinha me ajudado e, assim, eu lhe agradeci mentalmente”.

 

Não era necessário repetir a mesma pergunta a padre Pio, mesmo que mentalmente. O marido de uma boa mulher estava muito doente. A senhora corre para o convento, mas ela se perguntava: “Como chegar ao padre Pio?” Ela teria que esperar pelo menos três dias se quisesse conhecê-lo para uma confissão. Assim, durante a missa ela caminhava de um lado para o outro, contando para Nossa Senhora das Graças qual era o seu problema e pedindo, ao mesmo tempo, a ajuda do padre Pio. Assim, após o término da missa, cruzou novamente a igreja para falar com o padre Pio. Alcançou-o, finalmente, num corredor onde ele normalmente passava. Ao vê-la, padre Pio disse: “Mulher com pouca fé, quando você vai parar de me pedir ajuda? Você pensa que eu sou surdo? Você já me falou isto cinco vezes quando você estava na minha frente, atrás de mim, do meu lado direitoo e do meu lado esquerdo. Eu entendi! Eu entendi!… Vá para casa! Tudo está bem”. De fato, ela encontrou o seu marido curado.

Conhecimento sobrenatural

Muitos Santos da Igreja católica possuíram o carisma que lhes permitia saber coisas distantes, ver o futuro ou ver e sentir a distância, enquanto usando os dons e as habilidades intelectuais normais deles. Padre Pio teve o carisma do conhecimento sobrenatural e ele poderia olhar de fato em uma pessoa e alcançar as partes mais secretas da alma. Muitos testemunhos existem neste carisma de padre Pio. 

Uma mulher da Bolonha disse: “Uma vez minha mãe foi Pe. Pio com alguns dos amigos dela. Ela se encontrou com Pe. Pio assim que ele chegasse a San Giovanni Rotondo, na sacristia do convento. Pe. Pio lhe falou: “Por que você está aqui? Vá para casa, seu marido está doente”. Minha mãe pensou que ele tinha deixado o marido dele em condição boa. De qualquer maneira ela voltou pegando o primeiro trem para casa. Quando ela chegou a casa que ela perguntou pelo saúde de meu pai: não havia nenhuma notícia de melhora. Mas durante a noite meu pai teve dificuldades respiratórias sérias. Algo o apertou na garganta. À noite, aos onze da noite, meu pai foi hospitalizado, e ele foi levado com urgência ao centro cirúrgico. O cirurgião que o operou, extraiu pelo menos dele duas bacias de pus da garganta. Então Pe. Pio tinha visto o que ia acontecer ao marido da senhora com antecedência e, com a sugestão dele e a oração dele ele tinha tido influenciando na solução problema de saúde do marido da minha mãe. 

 

O filho espiritual do Pe. Pio que morou em Roma, enquanto estando junto com alguns amigos, omitiu por vergonha fazer o que ele normalmente faria, quando passa-se por de uma Igreja, uma reverência pequena, o sinal da cruz em consideração a Jesus. De repente ele ouviu a voz de Pe. Pio que disse: “Covarde!” Depois que alguns dias que ele foi para St. Giovanni Rotondo, lhe foi reprovado por Pe. Pio: “Tenha cuidado – Pe. Pio disse”este tempo eu só o adverti, mas da próxima vez eu lhe darei um tapa”

 

Um dia, para o pôr-do-sol, que Pe. Pio estava no jardim do convento. Ele estava conversando agradavelmente com alguns crentes e filhos espirituais, quando ele percebeu por não ter com ele o lenço. Então ele se dirigiu a um dos presentes e lhe falou: “Por favor, aqui esta a chave de minha cela, vai lá e leva o lenço.” O homem foi para a cela, mas, além do lenço, ele levou uma das meio luvas de Pe. Pio e a pôs no bolso dele. Na realidade ele não pôde deixar a chance fosse perdida, de levar uma relíquia! Mas quando voltou para o jardim e deu o lenço, Pe. Pio lhe falou: “Obrigado, mas agora você retorne na minha cela e ponha novamente na gaveta a meia luva que pôs em seu bolso.”

 

Uma senhora ajoelhava-se em frente à fotografia de um Pe. Pio todas as noites, antes de ir para cama, pedia a bênção dele. O marido dela que era católico, mas, acreditou que o gesto  era um exagero, e ria destes gestos de sua esposa, e a recriminava. Uma vez ele contou para Pe. Pio sobre o hábito da esposa e o que fazia: “Todas as noites minha esposa ajoelha em frente a sua fotografia e lhe pede que a “abençoe”. Pe. Pio lhe respondeu: “Eu sei, eu sei… e você começa a ri.” 

 

Um homem era um bom católico, e ele era estimado e apreciado nos ambientes da Igreja. Uma vez ele foi confessar-se a Pe. Pio. Considerando que ele quis justificar o seu pecado, ele começou falando sobre uma “crise espiritual”. De fato ele viveu no pecado. Na realidade depois de casado, ele vinha negligenciando sua esposa, tentando superar a crise junto com outra mulher. Infelizmente ele não pôde imaginar ficar um confessor “anormal” na frente. Na realidade Pe. Pio se levantou de repente e gritou: “… mas que tipo de crise espiritual! Você é um mentiroso e Deus está bravo com você. Vá embora!”

 

Um cavalheiro contou: “Eu tinha decidido deixar de fumar e oferecer para este pequeno sacrifício a Pe. Pio. Desde então, todas as noites, com o pacote intato de cigarros em minha mão, eu fiquei em frente à sua imagem, lhe falando: Pai… tem um anos… “O segundo dia: “Pai, tem dois anos… “  Três meses depois, eu fui para San Giovanni Rotondo, para ver Pe. Pio depois de fazer a mesma coisa todas as noites. “Pai”, eu lhe diria assim que eu o vise, “são 81 dias que eu não fumo, 81 pacotes… “. E Pe. Pio disse: “Eu sei de tudo. Como você saiba, você me fez contar os pacotes todas as noites.”  

 

Um motorista do ônibus que transportou alguns turistas em viagem no Gargano, estava na sacristia a esperar, para regressar, quando Pe. Pio veio. O motorista do ônibus que estava no meio do grupo, de cerca de dez pessoas, foi notado por Pe. Pio que lhe falou: “Filho, você não pede uma bênção sequer? “. O motorista, pasmo, saiu do grupo e ele ajoelhou-se para receber a bênção de Pe. Pio. Mas Pe. Pio em vez do abençoar, ele lhe perguntou: “Assim, o que o tem preocupado? “Nada o Pai, eu queria qualquer coisa. Eu confessei quando eu fui ao Monte Sant’Angelo e eu assisti à Missa, até mesmo com os turistas eu estou guiando”. “E depois?” “Eu comprei alguns objetos de religiosos”. “Não, eles não foram as imagens santas para lhe  amaldiçoar, mas os doces… “. O motorista surpreendido se lembrou que depois que a Missa que ele tinha amaldiçoado porque o número dos torrones comprados resultou ser inferior à quantidade de turistas. O motorista, mortificou, tentou dizer algo mas Pe. Pio o puxando para longe do grupo e disse: “Não é bastante: na estrada, vindo a St. Giovanni Rotondo, você tem praguejado e ofendido,  não se manteve direito.”  O motorista que tinha respondido que para ele fazer qualquer coisa, começou a fazer um ato de contrição”. 

 

Uma senhora que era da Inglaterra foi para o confessionário, mas Pe. Pio fechou a janela do confessional: “Eu não estou disponível para você.” Por que Pe. Pio não a quis confessar? Aquela mulher regressava todos os dias durantes duas semanas. Durante estas semanas ela tentou ser escutada por Pe. Pio no confessionário. Finalmente Pe. Pio a confessou. Então perguntou para Pe. Pio, por qual razão ele a tinha feito esperar todo aquelo tempo, Pe. Pio respondeu: “E você? Quanto tempo você deixou nosso Deus esperar? Você deveria desejar saber como o Jesus poderia o dar-lhe boas-vindas, depois que você cometesse tantos sacrilégios. Você comeu sua oração durante anos, ao lado de seu marido e sua mãe, que você recebeu a Sagrada comunhão em pecado mortal.” A mulher, ficou atordoada, e recebeu a absolvição chorando. Quando, alguns dias depois ela partiu para a Inglaterra, ela estava muito contente. 

 

Um homem contou: – “Uma vez eu comi muitos figos. Eu tive uma dúvida disto. “Eu cometi um pecado da gula – eu pensei – para qual amanhã, sendo meu dia de confissão com Pe. Pio, eu confessarei isto.” O dia seguinte, eu estava entrando lentamente na estrada do convento, eu fiz o exame de consciência. O pecado da gula não me veio a lembrança. Eu me confessei mas antes de concluir a confissão, antes da absolvição, eu falei para Pe. Pio: “Eu penso que estou esquecendo de uma culpa, talvez o mais sério, mas eu não me recordo disto”. não “preocupe” – ele me respondeu sorrindo – “para dois figos “. 

 

Deus vê tudo e nós teremos que Lhe dar uma resposta para tudo. Os espetáculos de história seguintes que Deus sabe nossos pensamentos mais escondidos até mesmo. Um homem, em 1920 foi para o convento dos capuchinhos para confessar-se com Pe. Pio. Ele não era um grande penitente, como tantos outros. Ele pensava que tudo se excluiria no perdão. Pertencendo a uma gangue de criminosos inveterados, este homem decidiu dar fim a sua esposa e juntar-se a uma outra mulher. Ele queria matar sua esposa e ao mesmo tempo ter um álibi. Ele sabia que sua esposa era devota de um Monge que vivia em uma pequena cidade do Gargano.  Ninguém o conhecia lá, e ele poderia pôr o plano homicida em ação. Um dia ele a convence com uma desculpa para ir junto com ela. Quando eles chegaram lá, ele a convidou a visitar aquele homem de quem todo o mundo fala tanto.  Ele deixou só a esposa um Hotel da cidade, e só para o convento por reservar a confissão. Quando a esposa dele for falar com o monge ele terá um álibi na cidade. Procurou um bar e convidou alguns dos clientes a beber com ele. Depois, com uma desculpa sairia e mataria a esposa ele saindo da confissão. Tudo ao redor do convento é rural e na luz lânguida da noite ninguém reconhecerá qualquer coisa, até mesmo alguém que enterra um corpo morto. Então ele poderia voltar para o bar e continuar bebendo com os companheiros. O plano estava perfeito, mas, ele não  imaginava enquanto planejava o homicídio, que alguém estaria escutando. Quando ele chegou ao convento que ele viu Pe. Pio, que estava confessando. Neste momento ele teve um impulso, ajoelhou-se em frente ao confessionário de Pe. Pio, mesmo não tendo ainda cometido o homicídio. Ele mal terminou o sinal da Cruz, ouviu uivos inconcebíveis que saíam do confessionário: “Vá embora! Vá embora! Vá embora! Você não sabe que era proibido para matar alguém? – Vá embora! Vá embora! ” – Então Pe. Pio o levou pelo braço e o despachou. O homem estava atordoado, incrédulo, desanimado. O homem corre para fora do mosteiro onde, ele caiu próximo a um pedregulho, com a face na lama, e ele reconhece os horrores de sua vida, cheia de pecado. Em um tempo ele vê todo sua existência e, entre tormentos da mente, ele entende a maldade que tencionava cometer. Atormentado na profundidade do coração, volta a Igreja e pede Pe. Pio para o confessar. Pe. Pio o concedeu a confissão, com doçura infinita fala-lhe como tivesse o conhecido por muito tempo. O bastante para o ajudar a não esquecer nada daquela vida perdida, Pe. Pio o lista o momento-por-momento de vida dele, pecado depois de pecado, crime depois de crime com abundância de detalhes. Ele alcança o último difamatório intencional matar a esposa dele. O homem escuta Pe. Pio que fala sobre o possível homicídio só ele conhecia na mente dele e que nenhuma outra sabia. Esvaziando, mas finalmente livre, ele se lança aos pés do monge e ele que abençoa. Mas ainda não acabara. Ao término da confissão, Pe. Pio lhe falou: “Você desejou ter algumas crianças, não os tenha? – “Bem, não ofenda Deus mais e você terá uma criança!”. Aquele homem voltara exatamente depois um ano a Pe. Pio, totalmente convertido, e ele se tornou pai de uma criança que nasceu pela mesma esposa que ele quis matar.

 

O padre Guardião do convento de São Giovanni Rotondo contou: – “Certo dia, um comerciante de Pisa veio pedir ao Padre Pio para curar sua filha. O padre fixou-o e disse: “Tu estás mais doente a que tua filha. Eu te vejo morto”. “Não é possível,  eu estou muito bem”… – “Infeliz!”Gritou o Padre Pio – “Desgraçado!” Como pode dizer que estás bem com tantos pecados na consciência? ¡“Vejo pelo menos trinta e dois”!  Imagine o susto do comerciante. Depois da confissão ele contou a  todos os que quisessem escutar: ¡”Ele já sabia tudo e me disse tudo”!

 

Um sacerdote contou, um fato ocorrido com um dos seus confrades, que veio de muito longe para se confessar com o Padre Pio. Ele teve que esperar muitas horas em Bolonha. Depois da confissão, o Padre Pio lhe perguntou: “Meu Filho, lembra daquilo?” – “Não, Padre!” – “Vamos, pense um pouco…” – Este examinou sua consciência, porém não encontrou nada. Então o Padre Pio lhe disse com extrema doçura: “Meu filho, ontem quando você chegou às 5:00 da manhã em Bolonha, as Igrejas ainda estavam fechadas. Porém, você invés de esperar, resolveu ir para um hotel descansar um pouco antes da Missa. Deitou na cama e dormiu tão profundamente que só veio despertar as 3:00 da tarde. Àquela hora, era muito tarde para celebrar a missa. Eu sei, que você não fez por maldade, porém foi uma negligência que feriu a nosso Deus”.

 

No tempo em que grandes multidões recorriam ao Padre Pio, foram enviados ao convento  dois guardas civis que sempre o protegeram. Certo dia, na Sacristia, enquanto ele retirava-se, antes da celebração da Santa Missa, o Padre se dirigiu sorrindo a um dos guardas civis: “Assim que terminar a celebração, depois dos agradecimentos, venha aos meus aposentos, pois tenho que falar contigo”. O guarda civil se alegrou, e esperou  que o Padre acabara e logo o procurou. “Sente-se”, disse o Padre Pio, “Daqui a oito dias você irá à  casa de teu pai e lá morrerás, meu filho”. “Mas Padre, eu estou me sentindo muito bem”, disse o guarda civil. “Não te preocupes”, acrescentou o capuchinho. “Você estará melhor se morreres em oito dias”.Pois, o que é esta vida? Uma romaria; estamos num trem! Peça licença a teu superior e vá a tua casa despedir-se dos seus parentes, pois irá morrer. Porque se ficar aqui, você morrerá e seus parentes não saberão”. O guarda civil, transtornado com estas palavras perguntou: “Padre, posso contar o que você me disse?” “ Não, agora não, disse o Padre, só falarás quando estiver em casa”. O jovem pediu uma licença para ir para sua casa. Mas, não quiseram conceder-la porque não havia nenhuma justificativa adequada, porém pela intercessão do  Padre Pio, o guarda civil conseguiu a licença. chegando em casa o guarda civil contou a seus pais: “O Padre Pio me disse que eu irei morrer, então vim para despedir-me de vocês”. Depois de oito dias o guarda civil morreu. 

 

Os religiosos do convento de Venafro, que hospedaram o Padre Pio por algum tempo, foram testemunhas de visões e de outros fenômenos inexplicáveis. Quando esteve gravemente enfermo, o Padre Pio demonstrou estar em absoluta capacidade de ler os pensamentos das pessoas. Certo dia, o Padre Agostino foi  visitar-lo. “Esta manhã faça uma oração particular por mim”, disse o Padre Pio. Indo para a Igreja, o Padre Agostino decidiu rezar de maneira muito especial pelo frei durante a Santa Missa, porém logo depois ele  esqueceu.  O Padre Pio lhe perguntou: “Há rezado por mim?” “Esqueci!”. Disse o Padre Agostino. Então o Padre Pio respondeu: “Menos mal que o bom Deus, aceitou o propósito que você tinha quando desceu as escadas”.

 

Certa vez, estando o Padre Pio ocupado, um  homem solicita, insistentemente, a confissão dos seus pecados. O padre Pio levanta a cabeça e responde: “Este homem fez Deus esperar por ele vinte e cinco anos para se confessar e, ele não pode me esperar por cinco minutos?” Este fato foi averiguado e foi comprovado que é verdadeiro. 

 

O espírito profético do Padre Pio nos chegou pelo Padre Carmelo Durante, que era Superior do Convento de São Giovanni Rotondo, por este testemunho: “Durante a última guerra mundial, diariamente, falávamos das barulhentas vitórias militares da Alemanha em todas as frentes de batalha. Lembro que numa manhã na sala do convento, eu estava lendo um jornal, que trazia a notícia de que as tropas alemãs estavam indo em direção a Moscou. Era para mim uma notícia importante, pois tratava-se do final da guerra com a vitória final da Alemanha: Saindo fora no corredor, encontrei o  venerado Padre Pio, muito feliz, gritei: Padre, a guerra terminou! A Alemanha venceu!  . – “O que foi que você disse?”  perguntou o Padre Pio – “Padre, o jornal disse….” Então o Padre Pio exclamou: “A Alemanha venceu a guerra?! A Alemanha, desta vez, perderá a guerra, pior do que a outra vez. Não esqueça!” – Eu repeti: “Padre, os alemães já estão próximos de Moscou, por tanto…” Ele acrescentou: “Lembra-te do que eu te disse!”. Eu continuei:  “Mas se Alemanha perde a guerra, a Itália também a perderá!”. – Então Ele, respondeu: “Já veremos se eles vão acabar juntos”. Aquelas palavras eram completamente confusas, se levássemos em conta a aliança Itália-Alemanha, porém ficaram claras, no ano seguinte, depois da trégua com os anglo-americanos de 8 de setembro de 1943, com a declaração da guerra entre a  Itália e a Alemanha.

 

Uma senhora contou que: “Participou de uma viaje organizada pela Paróquia de São Giovanni Rotondo com o objetivo de conhecer  o Padre Pio, no ano de 1961. No ônibus turístico um senhor, em alta voz, de repente disse: “Minha mulher queria que eu a acompanhasse numa visita a este “mentiroso”. A referência ao querido Padre foi evidente. Tive um aperto no coração por causa daquele insulto. Quando  chegaram em São Giovanni Rotondo; foram em seguida para a Igreja  participar da  Santa Missa. Quando terminou o  Padre Pio passou no meio dos   romeiros, chegou próximo de nós e parou em frente daquele senhor que no ônibus  tinha falado mal dele lhe disse: “Venha aqui! Fique em frente deste impostor”. O homem ficou pálido, se ajoelhou e, gaguejando, conseguiu dizer somente: “Me perdoe, Padre! Me perdoe!”, então o Padre Pio pôs a mão na cabeça dele e, abençoando-o, acrescentou: “Levante-te, eu te perdôo”. Aquele senhor se converteu no mesmo instante, entre a admiração e a comoção de todos. 

 

Uma senhora contou que: – “No ano 1945 sua mãe a levou em São Giovanni Rotondo para que conhecesse ao Padre Pio pessoalmente e se confessasse com ele. Enquanto esperava a sua vez, pois tinha muita gente, pensava em tudo o que tinha que dizer ao Padre. Porém quando estava na sua presença, ficou paralisada. O Padre Pio em seguida se deu conta da sua timidez e, com um sorriso lhe disse: “Você quer que eu fale por ti?”. Ela consentiu por meio de um sinal e, depois de algum instante, ficou pasma. “Não pude acreditar!”O Padre Pio disse, palavra por palavra, tudo o que ela havia querido dizer-lhe. Ela se sentiu tranqüila, serena e mentalmente deu graças ao venerado Padre por obsequiar-la com esta experiência de seu extraordinário carisma. Ela confiou  a saúde da sua alma do seu corpo. Ele respondeu: “Sempre serei teu pai espiritual”. Ela se despediu dele com uma imensa alegria no coração. Enquanto regressava de trem, sentiu um intenso perfume de flores do qual nunca esqueceu Era a presença do Padre Pio que a  encheu de felicidade. 

 

 Padre Pio tinha poderes para  reconhecer se um homem era um Padre e se os objetos que lhe apresentavam já tinham sido abençoados. . O fenômeno de “ierognosia” estava entre tantos outros carismas que o  Padre Pio possuía. Um dia um cavalheiro que usava  jaqueta amarra e  arqueja, estava na sacristia junto com   outros homens que esperavam pela chegada do Padre Pio. Ele estava na primeira fila. Quando Frei  Pio o notou, lhe  disse: “Irmão, você tem vindo “disfarçado”, mas você não tem por que se  envergonhar de vir para  me ver. Na próxima vez você pode voltar vestido como padre que é. 

Padre  Pio falou para um homem jovem  que vestia arqueje e suéter para ir embora e voltar vestido com o hábito dominicano.. Confuso, envergonhado, o homem jovem confessou na frente de  todo o mundo que era um padre dominicano. 

 

 Às vezes, quando lhe foram mostrados a Frei  Pio alguns objetos como coroas do Rosário ou  imagens sagradas com o pedido de que as abençoasse, ele devolveu alguns dos objetos ao solicitante  com a declaração precisa: “Isto já foi abençoado”. E era verdade.        

 

 Padre Pio podia  sentir se um copo  de água era água benta. E se alguém lhe dava uma garrafa com  água de Lourdes dentro, sem lhe falar de onde esta água procedia, ele levava  a garrafa até os  lábios e a beijava.. 

 

Uma vez, um motorista de ônibus de Roma, a quem Nossa Senhora tinha se aparecido na  caverna das Três Fontes de Roma (a Virgem da Revelação) foi se encontrar com Padre  Pio. Ele contou: “Quando eu estava na  frente dele – nós nunca tínhamos nos encontrado antes – eu lhe dei um pequeno envelope, sem lhe contar o que continha. Padre  Pio pegou  o envelope, apertou-o sobre o peito com paixão e  não mo devolveu. O pequeno envelope continha  um pouco de terra da caverna das Três Fontes.”

Profetizou a Karol Wojtyla que seria Papa.

Quando o Sacerdote polonês Farol Wojtyla visitava a Itália, sempre que podia, visitava a San Giovanni Rotondo para confessar- se com o Padre Pio. Em uma dessas ocasiões, o Padre Pio pareceu  entrar em um breve êxtase e lhe disse: “Vás a ser Papa”  e  continuou: “Também  vejo sangue e martírio em sua vida”…

Em 13 de maio de 1981, ocorreu o atentado contra aquele mesmo Sacerdote Polonês,  já Papa  João Paulo II.  O sangue foi derramado.  Este mesmo Papa canoniza a Padre Pio, vinte e um ano mais tarde em 2.002 (16/06).

A profecia de Padre Pio coincide com al mensagem da terceira parte do Segredo de Fátima, revelada somente depois do atentado.

CARTA DE JOAO PAULO II A PADRE PIO

[imagem.JPG]

Foi descoberta a algum tempo atrás uma carta de João Paulo II a Pe. Pio, onde ele recorre a oração do santo para receber de Deus verdadeiros milagres. Na verdade seu desejo é agradecer graças já recebida e fazer novos pedidos de intercessão.

Nessa carta podemos meditar em muitos pontos. Partilho agora com vocês alguns deles:

  1. A humilda de de João Paulo II, que pelos seus frutos sabemos o quanto ele foi santo e aqui recorre à oração de um grande santo da nossa Igreja.
  2. A intimidade de Pe. Pio com Deus que O fazia abrir as portas do céu para derramar graças sobre a terra.
  3. Os milagres que Deus reali zava através da predileção de Pe. Pio, já em vida e muito mais agora que ele já está na presença de Deus.
  4. O encontro de dois homens extremamente fiéis a Deus.

 

CARTA

[imagem1.JPG]

TRADUÇÃO


Roma, 14 de dezembro de 1963

Muito Reverendo Padre,

 A vossa paternidade se recorda certamente que antigamente, alguma vez no passado me foi permitido recomendar a sua oração, casos particularmente dramáticos e dignos de atenção.

Irei, portanto, agradecer-lo vivamente também em nome dos interessados pela sua oração em favor de uma senhora, de um médico católico, doente de câncer, e do filho de um advogado de Cracóvia, gravemente doente desde nascido. Ambos estão graças a Deus bem.

Mi permita além disso, Padre muito reverendo, confiar a sua oração, uma senhora paralítica, desta arquidiocese.

Nesse mesmo tempo me permita recomendar as urgentes dificuldades pastorais que a minha pobre ação encontra na presente situação.

Aproveito essa ocasião para renovar os sensos de minha religiosa saudação, com o qual amo repetirda paternidade vossadevotíssimo em Jesus Cristo.

Exumação e exposição pública

O corpo de Padre Pio foi exumado em 20 de abril de 2008 e colocado em exposição pública, como parte dos comemorativos dos 40 anos de sua morte. O corpo foi retirado de sua sepultura, na igreja de Santa Maria das Graças, em São Giovanni Rotondo, no domingo 02 de março de 2008, e exposto aos fiéis em 24 de abril, em comemoração dos 40 anos de sua morte.

A operação foi mantida em sigilo para evitar a chegada de uma multidão de fiéis. O santuário de Padre Pio é um dos mais visitados da Itália e recebe milhões de fiéis todos os anos. O anuncio da exumação foi divulgado pelo arcebispo de São Giovanni Rotondo, Domenico D’Ambrosio.

Segundo o clérigo, algumas partes do corpo estariam intactas. “Desde o começo se via a barba, o queixo está perfeito e o resto do corpo bem conservado, dá para ver bem o joelho, as mãos e as luvas, mas não os estigmas”, comentou o arcebispo.

 

O arcebipo Domenico D’Ambrosio (esq.), e alguns padres abrem o féretro que contém os restos mortais do Padre Pio e observam o estado de seu corpo…

exumacao4

…que foi encontrado incorrupto

MAIS FOTOS:

95 Comentários

  1. raphael
    dez 05, 2012 @ 12:51:12

    Olá, gostaria de ganhar uma medalha de S. Pe.Pio, desde já agradeço!!!!

    Reply

  2. danilo santana
    dez 06, 2012 @ 21:07:07

    Queridos irmãos e irmãs que leem esta história de nosso querido São Padre Pio e deseja receber uma medalinha dele, pode enviar o endereço completo para o email tufdsdc@uol.com.br.Com imenso prazer e sem custo iremos enviar ….Agradeço a todos que pedem ,de todos os cantos do Brasil e do exterior.Aumentemos nossa Fé!!!
    Paz e Bem
    Danilo

    Reply

  3. Alex Coqueiro Ferreira
    dez 07, 2012 @ 02:08:01

    TESTEMUNHÕ

    TENHO UM AMIGO QUE TINHA UM PROBLEMA SERIO NAS COSTAS ( COLUNA ), E FICOU MAS DE MESES INTERNADO, E OS MEDICOS FALOU QUE ELE IA SÓ ANDAR DE MULETA. FOI AI QUE EU APRESENTEI A ELE A RELIQUIA DE PADRE PIO, E ELE COMEÇOU A USAR COM CONFICANÇA E DEVOÇÃO, HOJE AQUELE HOMEM QUE ESTAVA DESENGANADO PELOS MEDICOS ,HOJE ESTA ANDANDO COM AS PROPRIAS PERNAS PARA A HONRA E GLÓRIA DE JESUS, E POR INTERSSEÇÃO DE SÃO PADRE PIO.

    SÃO PADRE PIO ROGAI POR NÓS!!!

    Reply

  4. Diego
    dez 07, 2012 @ 17:29:46

    gostaria de receber uma medalha de Pe Pio

    Reply

  5. claudemir de oliveira
    dez 13, 2012 @ 10:49:59

    oi eu me considero filho de padre pio pois sinto nas minhas mão e na sola de meus pés um fogo arder em chamas e minhas mãos ficam avermelhadas condo estou orando por alguem pois fico muito alegre por sentir assim e ser útil ao projeto de nosso senho JESUS CRISTO pois a chuva que chove sobre o pastor tem que também chover sobre seu rebanho pois o derrotado não é aquele que perdeu aguerra mas sim aquele que parou de lutar pois combata um bom combate com a oraçõa de padre pio senhor fica conosco AMEM.

    Reply

  6. GORETE MELO
    dez 14, 2012 @ 16:11:30

    POR FAVOR GOSTARIA MUITO DE GANHAR UMA MEDALHA
    REZE PELO MEU ESPOSO E EU

    Reply

  7. Grupo Missionario KAIROS
    dez 18, 2012 @ 13:02:36

    Olá boa Tarde
    Paz e Bem

    Somos do grupo missionario Kairos da paroquia são francisco de assis no qual temos como protetor São Padre Pio, E gostariamos de receber uma reliquia de Pade Pio, se possivel nos enviem algum endereço de correspondencia ou e-mail aonde possamos pedila.

    Muito Obrigado a todos
    paz e bem
    grupomissionariokairos@hotmail.com

    Reply

  8. Paulo Henrique Pereira
    dez 19, 2012 @ 21:37:31

    Olá,sou mt devóto de Padre Pio,e meu sonho é ganhar uma relíquia…Por favor,se puderem me mandar uma..me manda uma mensagem de volta no meu imail…

    O meu muito Obrigado :)

    Reply

  9. Antonio Machado
    dez 23, 2012 @ 18:23:01

    Queridos irmaos:Saude e paz em Jesus e Maria!
    Sou diacono em Portugal,diocese de Aveiro e sou muito devoto de Pe.Pio,gostaria de pedir a vossa oracao pela minha familia e ministerio diaconal.Muito desejo possuir uma medalha reliquia deste grande santo e profeta de Deus em nossos tempos.se for possivel envia-la aqui deixo meu endereco: Diacono Antonio Machado
    C.C.Narciso Blc.B 4esq,
    3840-413 Vagos Portugal
    Rezo por vos e vos abraco com fraterna amizade no Senhor:
    Diacono Antonio

    Reply

  10. Gisele
    dez 24, 2012 @ 15:45:21

    Querido Pe Júlio…
    Querida Comunidade…

    Desejamos a todos uma linda noite de Natal, repleta de pessoas queridas!!!

    Que o menino Jesus esteja presente em cada um dos lares, trazendo muita paz…

    E que 2013 tenhamos muitas alegrias e muita força para as lutas do dia-a-dia…

    UM FELIZ NATAL!!!

    com carinho, Gisele e Adriano!

    Reply

  11. Victor Hugo
    jan 02, 2013 @ 23:40:17

    Estimados amigos, sou coordenador de um grupo da Pastoral da Juventude e gostaria de ganhar uma relíquia do Padre Pio, que é nosso santo padroeiro.

    Aguardo o contato e peço orações pelo nosso grupo e pela juventude de Pindamonhangaba.

    Em Cristo,
    Victor Hugo

    e-mail para contato: victor.barros3@etec.sp.gov.br

    Reply

  12. Joao Manuel Ramalhao
    jan 13, 2013 @ 18:44:41

    Estou a viver 1 problema financeiro grave, peço a ajuda do SANTO PADRE PIO, para tudo se resolver com brevidade e assim poder pagar aos meus credores,ajudar meus filhos e contribuir com essa ajuda para 1 mundo melhor, para honra e gloria de DEUS…..DEUS Vos abençoe e ajude….joao manuel ramalhao

    Reply

  13. MARIA FILOMENA DE SOUSA SANCHES
    jan 24, 2013 @ 19:46:59

    EU VENHO ATÉ VÓS PEDIR UMA AJUDA .MORO NA CIDADE DE SOCORRO INTERIOR.TENHO UM PADRASTO IDOSO QUE SOFREU UM DE RAME E ELE É COMO UMA CRIANÇA .EU SOU EMPREGADA DOMÉSTICA E GANHO SALARIO MINIMO .E MEU MARIDO TAMBÉM GANHA SALARIO MINIMO ;AQUI NA CIDADE TEM UMA ASILO PRA IDOSO QUEM TOMA CONTA É UMA ERMA FREIRA .EU NÃO TENHO CONDIÇÕES DE OLHAR ELE PORQUE TENHO QUE TRABALHAR .POI PAGO ALUGUEL .E JÁ RECORRI PRA TODOS OS LUGAR PRA A RUMAR UM LUGAR PRA POR ELE MAIS FOI CEM SUCESSO .EU PEDI VARIAS VEZES PRA MADRE ,E ELA ME DISSE QUE TINHA QUE MORRER UM PRA TER LUGAR PRA OUTROS .SE O SENHOR PEDIR PRA ELA ,O SENHOR CONSEGUE ? A MADRE CHAMA ERMA LUCIA :DESDE JÁ FICO MUITO AGRADECIDO .OBRIGADO QUE DEUS TE PAGUE !!!

    Reply

  14. mariani martins da silva
    jan 28, 2013 @ 14:32:43

    gostari muito de receber uma requia do PADRE PIO se puderem me enviar ficarei estremamente agradecida.
    muito obrigada pela atençao
    aguardo resposta

    Reply

  15. Bruno Romaniow
    fev 01, 2013 @ 17:09:45

    Ola, me chamo Bruno, completei em Janeiro dia 22 – 17 anos. Minha proteção smepre esteve nas intercessões do Piucho (Padre Piu). Estou com dificuldades em Evangelizar os JOvens na minha Paroquia, meu sonho ver os JOvens participando conosco. Gostaria de Pedir um reliquia do Padre Pio, se possivel, para dar mais força a minha caminhada, para que eu possa intensificar as orações e para completar a mini-capela que estou fazendo no meu quarto. Por Favor, se houver a possibilidade, serei grato eternamente. A tempos venh tentando buscar uma reliquia. Agora venho tentar convosco. Que pela Intercessão do Padre Pio, Deus possa abençoar a cada um de voces.

    Rua: Veronica Mickosz Bodzinski, 27 – Curitiba/ PR

    Cep: 82.130.295

    Reply

  16. Alynne Rodrigues de Lucas
    fev 02, 2013 @ 19:45:21

    Olá , sou filha de Pe. Pio , tenho grande devoção e adimiração por ele !
    Gostaria muito de ganhar uma reliquia dele , se puderem mandar responda nesse mesmo email !
    A paz .

    Reply

  17. Alynne Rodrigues de Lucas
    fev 02, 2013 @ 19:48:30

    Boa Noite irmão , gostaria de receber uma reliquia ou uma medalha do meu Pai Pe. Pio !
    Cidade : Rio de Janeiro .
    Bairro : Bonsucesso .
    Rua : Tatajuba 47 .
    Cep : 21043500
    Email: alynne.lucas@bol.com.br

    grata *-*

    Reply

  18. miriam stelan
    fev 05, 2013 @ 01:17:43

    queria um reliquia do padre pio como faço

    Reply

  19. Mayke
    fev 28, 2013 @ 10:51:01

    se possível queria uma medalha do Santo Padre Pio,sou devoto a ele através de DEUS PAI todo Poderoso ele mim concedeu muitos milagres.OBG DEUS Abençoe todos VCS e william motta o SENHOR tem um PLANO na sua VIDA.Estamos REZANDO por VC!

    Reply

  20. Marcos Tokarski
    mar 11, 2013 @ 15:03:49

    Santo Pe. Pio, peço humildemente que intercedas por mim, pois sou escravos de pecados terríveis que bem conheceis. Ajuda-me Santo Pe. Pio, a vencer nos momentos de tentação, ajuda-me ser fiél a Deus, e roga por mim junto ao Senhor Jesus que me perdoe e salve-me desta situação de escravidão do pecado. Deus meu, em nome de Jesus e pela intercessão do Santo Pe. Pio salva-me, e me coloco como seu pequeno servo para ajudar a salvar a todos que necessitarem. Obrigado, amém!

    Reply

  21. sulameida rodrigues silva
    mar 13, 2013 @ 23:14:20

    sou devota de padre pio.

    Reply

  22. Luciane Oliveira Moraes
    mar 14, 2013 @ 15:32:47

    Saudações! Paz e Bem!

    Há dois anos eu e minha família tivemos contato com as cartas e biografias do Padre Pio e nos tornamos devotos, para maior glória de Deus!
    Minha mãe, sobretudo, ama o santo e já sonhou algumas vezes com Ele, então, gostaria também de perdir-lhes uma medalha ou relíquia para que eu possa presenteá-la.
    Agradeço,

    Fraterno abraço!

    Reply

  23. Pedro Robério Rodrigues Araujo
    mar 23, 2013 @ 11:43:21

    Olá amigos, sou devoto de São Frei Pio há cerca de dois anos, estou maravilhado com o que ele fez por mim e meus familiares, sem falar na minha conversão. Agradeço de coração a este santo maravilhoso e ao bom Deus porter me permitido conhecê-lo!!! Gostaria muito de saber como faço para conseguir o livro “da dúvida a fé” de alberto del fante (pois tenho lido os outros(publicados no Brasil) e gostaria de ler este também,sei que é raro). Gostaria também que me enviassem uma medalhinha e uma relíquia de São Frei Pio, ficarei muuuiiiito Feliz, favor entrar em contato comigo para saber como fazer. Agradeço de coração. Grande abraço a todos e fique com Deus, São Frei Pio e muita paz, luz e saúde. Att. Pedro.

    Reply

  24. Pedro Robério Rodrigues Araujo
    mar 23, 2013 @ 11:57:11

    Mais um pedido, teria com eu conseguir o filme “Padre Pio – Humildade e Sofrimento” este é o que passou na rede aparecida, o único dublado em português. Todos os outros são legendados em português e/ou em outra língua. Por favor, consiguam esse filme para mim, ele é lindo.Foi através deste filme e deste grande santo que me converti, pois estava perdido mesmo. Agradeço de coração. Grande abraço a todos e fique com Deus, São Frei Pio e muita paz, luz e saúde. Att. Pedro.

    Reply

  25. Rosilene Bigão
    mar 25, 2013 @ 12:03:00

    Bom dia! Através dessa página conheci mais um pouco das maravilhas que São Padre Pio realizou e ainda realiza. Gostaria de pedir uma medalha desse santo Padre e se possível uma relíquia. Saúde e estamos em oração.

    Reply

  26. carlos gabriel
    abr 28, 2013 @ 14:14:40

    Gostaria de saber da possibilidade de receber uma medalha e pequena relíquia de São Pio de Pietrelcina. sou grande devoto, e agradeço imensamente desde já. Caso seja possível, por favor, enviem-me e-mail para carlos199600@hotmail.com para que eu possa fornecer meu endereço. desde ja muito obrigado!

    Reply

  27. Claudia Ap Moreira
    mai 20, 2013 @ 19:02:17

    Gostaria muito de receber a medalha de Padre Pio e pedir que ele interceda pela minha familia,pelos meus 2 irmãos que estão perdido,pelo meu emprego onde tem muita gente querendo ver meu mal.Mas confio muito em Deus e conheci a historia de Padre Pio e to encantada com tanta sabedoria e santidade.
    Desde já agradeço.

    Reply

  28. Lucas Matias Alves
    jun 07, 2013 @ 17:26:51

    Ola eu queria ganhar a medalha de Padre Pio poi as vezes que eu sinto tormento e sei que com a proteção de Padre Pio isso sera curado.
    o endereço é;
    casa
    Via: Fernão Dias Paes Leme, n º 51
    CEP: 86187-070 Brasil Cambé-Pr

    Reply

  29. Italo Yuri Veloso Cavalcante de Sousa
    jun 12, 2013 @ 16:15:38

    Alguém sabe como posso conseguir alguma relíquia de São Pio de Pietrelcina ou de São João Maria Vianney – em especial do Santo Cura d’Ars, do qual sou devoto?

    Desde já agradeço por qualquer informação.

    Endereço eletrônico:
    italoyuriv.sousa@gmail.com

    Endereço físico:
    Rua Coronel Estevão d’Ávila Lins, 714
    Cruz das Armas – João Pessoa / PB
    CEP: 58.085-010

    Reply

  30. carmem dolores d de souza
    jul 01, 2013 @ 00:49:23

    Santo Padre Pio de Pietrelcina venho diante de Vos pedir a sua ajuda para aliviar os sintomas que venho sentindo. Meus exames deram todos normais, mas sinto uma mal estar no abdomen.
    Sinto me cheia e as vezes sinto um desconforto, e a barriga inchada.
    Por favor, interfira junto a Deus por mim.
    Eu creio no seu poder e na misericordia Divina.
    Sei que intercedera por mim, trazendo me o alivio e a cura.
    Obrigada desde ja!
    Amem

    Reply

  31. Elisabeth Martinho
    jul 06, 2013 @ 21:34:23

    Por favor precisave de receber uma medalha e reliquia do santo padre Pio estou a passar por sofrimento mais uma vez na minha vida, estou triste… fiz uma vez uma novena ao santo Pio e no primeiro dia quando estava a orar a ele senti um calor derrepente me envolver com uma grande paz até chorrei. Que Deus o abençoa e derrama bençoes na nossas vidas a traves este santo bondoso. Sejam abençoados em nome de Jesus sobre a proteçao da Virgem Maria e padre Pio.

    Minha morada para receber a medalha e reliquia se é possivel, obrigada por tudo. Elisabeth Martinho
    3 Rue Jean Rostand
    33320 Eysines le Vigean (Gironde) FRANCE
    mail: lizalatina33@hotmail.fr

    Reply

  32. cassio
    jul 07, 2013 @ 01:20:33

    Bom dia? pai julio, eu cássio estou voltando hoje de
    João pessoa 07/07/2013, as 19:00 hs…
    minha mae e famila mandou muita lembrança

    um abraço a todos da paroquia,
    domingo próximo estarei de volta.

    tchau cássio

    Reply

  33. deimisson campos
    jul 19, 2013 @ 16:27:45

    sou devoto do santo padre pio e queria saber se eu conseguiria uma religuia deste santo homem se puderem me enviar eu agradeço meu email e deimisson.campos.moraes@hotmail.com

    Reply

  34. deimisson campos
    jul 19, 2013 @ 16:31:31

    meu endereço e
    Rua: cidade de vitoria
    Bairro: Itaputera
    Nº 22
    CEP: 29.193-339
    aracruz ES perto da mercearia dagot e se me madarem eu agradeço

    Reply

  35. Maria Lorena
    jul 25, 2013 @ 17:31:01

    Já vi o filme de Padre Pio, já li vários livros com comentários e sempre me emociona e hoje chorei novamente ao ler seus milagres. Almenta minha fé, minha alma como que sorri depois de ler! Agradedeço a Deus por Sto Pe Pio ter passado de corpo nesta terra e creio que ele é um grande santo ainda, e que nos ajuda muito.
    Rogue por nos Santo Pe Pio e nos ajude, porque vivemos no vale das lágrimas, mais com sua benção poderemos viver em paz e chegar um dia junto de Deus pai.
    Permaneça na minha vida e dos meus, vivo para educa los para o céu!

    Reply

  36. Arliston Augusto Coelho
    out 19, 2013 @ 22:30:00

    Eu participo de um grupo de oração onde todos nós somos muito devotos de São Padre Pio, para nós seria uma graça muito grande receber uma relíquia de tão venerado santo da igreja, se isto for possível comunique-me em meu email arlistoncoelho@yahoo.com.br

    Reply

  37. Vanessa Sousa
    out 22, 2013 @ 02:05:31

    Olá, gostaria de receber uma medalha ou relíquia de Padre Pio pois sou muito devoto.Caso seja possível, por favor, enviem-me e-mail para : vanessa.souza123@hotmail.com. Aguardo anciosamente. Desde já agradeço!

    Reply

  38. Alan
    out 31, 2013 @ 18:39:14

    Gostaria muito de ganhar a medalha e a pequena relíquia de Santo padre Pio pois irei ser religioso e a ordem tem como baluarte padre Pio, tbm tenho mt devoção.

    Rua: Nova Italia-484
    Bairro: Santo Antônio-EUSÉBIO-CE
    CEP: 61760-000.

    Grato, Paz e bem e peço orações

    Reply

  39. Alan
    out 31, 2013 @ 18:40:38

    esse e meu email e gostaria da resposta voc.alanyuri@hotmail.com

    Reply

  40. Gustavo lima da silva
    out 31, 2013 @ 18:52:03

    Sou de um grupo de oracao e desejava-mos ter em nosso grupo uma reliquia do venerado Sao padre pio.

    Reply

  41. Gustavo lima da silva
    nov 26, 2013 @ 19:29:28

    Esse e meu Email gusttavo.silva3@gamil.com
    Rua:Sebastiao Alves Tenorio -10
    Bairro: Centro -IATI-PE
    CEP: 55345-000

    Reply

  42. VILMA APARECIDA G. L.
    dez 03, 2013 @ 22:10:54

    Peço um pedido de oração por todos os professores, inclusive eu, ANJOS DA GUARDA DE DEUS LEVA A SÃO PIO ESSA ORAÇÃO!
    SECRETÁRIO DE Educação, JOSÉ CHADID não chamou os 212 PROFESSORES aprovados em concurso da EDUCAÇÃO INFANTIL , ESPÍRITO SANTO MUDA OS PENSAMENTOS DESSE HOMEM .
    Também peço oração para que o plano DE DEUS ESTEJA NA FRENTE DA VONTADES DOS HOMENS, CLAMO POR JUSTIÇA NESTE FATO ACONTECIDO HOJE! TU ÉS O MESMO DEUS DE ONTEM, HOJE E AMANHÃ!TANTOS FARAÓS NOS TIRANDO SONHOS, NÃO PERMITA SENHOR!DAI-NOS A PAZ SENHOR MEU CORAÇÃO ESTÁ SE SENTIDO INJUSTIÇADO, CUIDA DE MIM , MÃE MARIA!

    Reply

  43. Marco Antonio Marin da Silva
    nov 17, 2014 @ 08:02:37

    Olá, muito bom dia a todos. Gostaria, muito humildemente pedir como ter a Graça de possuir uma relíquia do Santo Padre Pio. Grato. Meu e-mail é mmarin.brasileiro@gmail.com

    Reply

  44. Ana L. Nunes Ferrez
    dez 02, 2014 @ 11:25:55

    Olá.Sou da paróquia São Judas Tadeu de Ribeirão Pires , e ficaria imensamente feliz em poder ter uma medalha e a relíquia de Padre Pio.desde já agradeço.

    Reply

  45. Elenivaldo Sampaio da Silva
    dez 11, 2014 @ 20:52:15

    Salve Maria!

    Gostaria imensamente de ganhar uma medalha do Santo Padre Pio, ficaria mais imensamente grato de pudesse ganhar uma relíquia, estou lendo o livro, Padre Pio o Santo do terceiro milênio, e estou encantado, e peço a Deus para um dia poder ser, um pouco do que esse Homem foi.

    Obrigado!

    Pais: Brasil
    Cep: 55680-000
    UF: PE
    Cidade: Bonito
    Bairro: Boa Vista
    Rua: Rua Dr Eliseo Soares
    Numero: 137
    Fone: 99867561

    Reply

Deixe um comentário