São José Moscati

São José Moscati

12 de Abril

José Moscati fazia parte de uma família ilustre e muito rica. Seu pai, Francisco, era presidente do Tribunal de Justiça e sua mãe, Rosa de Luca, pertencia à nobreza. Ele nasceu na cidade de Benevento, Itália, no dia 25 de julho de 1880, e foi batizado em casa num dia de festa, a de santo Inácio de Loyola.

Em 1884, seu pai foi promovido e mudou-se para Nápolis com a família. Lá, o pequeno José fez seu primeiro encontro com Jesus eucarístico, aos oito. Naquele dia, foram lançadas as bases de sua vida eucarística, um dos segredos da sua santidade. Devoto de Maria e da eucaristia, com apenas dezessete anos obrigou-se ao voto de castidade perpétua. Ativo participante da vida paroquiana, assistia a missa e comungava diariamente. Sua generosidade e caridade eram dedicadas aos pobres e doentes, especialmente os incuráveis.

Quando seu irmão Alberto passou a sofrer de epilepsia, José passava várias horas cuidando dele. Foi então que decidiu seguir os estudos de medicina. No ambiente universitário, Moscati destacou-se pelo cuidado e empenho e, em 1903, recebeu seu doutorado de medicina com uma tese brilhante. Desde então, a universidade, o hospital e a Igreja se tornaram um único campo para suas atividade. Naquele ano, tornou-se médico do Hospital dos Incuráveis, onde logo ganhou admiração e o prestígio no domínio científico. Mas o luto atingiu Moscati, quando, em 1904, seu irmão Alberto morreu.

A reputação de Moscati como mestre e médico era indiscutível. Por isso foi nomeado, oficialmente, médico responsável da terceira ala masculina do Hospital dos Incuráveis pela administração do Hospital, justamente a ala daqueles doentes pelos quais ele se empenhava e trabalhava com afinco.

No dia 12 de abril de 1927, como de hábito, depois de ter assistido a missa e recebido Cristo eucarístico, foi para o hospital. Voltou para casa à tarde e, enquanto atendia os pacientes, sentiu-se mal e pouco depois morreu serenamente. A notícia de sua morte espalhou-se imediatamente e a dor cobriu a cidade.

No dia 16 de novembro de 1975, o papa Paulo VI proclama José Moscati beato A devoção a Moscati vai aumentando cada dia mais. As graças obtidas por sua intercessão são muitas.

De 1o a 30 de outubro de 1987, em Roma, houve a VII Assembléia do Sínodo dos Bispos, cujo tema era: “Vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo, vinte anos após o Concílio Vaticano II”. José Moscati foi um leigo que cumpriu sua missão na Igreja e no mundo. No Sínodo, após longos exames, a Igreja comunicou que ele seria canonizado, como um homem de fé e caridade, que assistia e aliviava os sofrimentos dos incuráveis.

No dia 25 de outubro de 1987, na praça de São Pedro, em Roma, o papa João Paulo II colocou, oficialmente, José Moscati entre os santos da Igreja. Sua festa litúrgica foi indicada para o dia 12 de abril. Seu corpo repousa na igreja do Menino Jesus, em Nápolis, Itália

7 Comentários

  1. marcos morais
    maio 08, 2010 @ 22:47:04

    Assisti este ano, ao filme “moscati, o doutor que virou santo”.

    Uma coisa que não entendi , foi que em sua biografia, consta que ele fez voto de castidade perpétua aos 17 anos. No filme, ele aparece apaixonado por uma princesa, e só não se casou com ela, pelo amor aos doentes, e por sua intensa doação a eles. Não entendi esta parte…

    Reply

  2. Teogenes
    nov 18, 2011 @ 08:04:41

    Enfeites do filme, ou a igreja não querendo admitir que ele se apaixonou um dia?

    Reply

  3. julio
    nov 18, 2011 @ 08:20:07

    parece que o mais importante da vida de S.José Moscati é sua paixão pelos pobres e doentes o resto é detalhe

    Reply

  4. Pedro
    dez 26, 2011 @ 23:10:56

    Marcos,
    Li diversas biografias de São José Moscati e todos afirmam que ele foi celibatário até a morte. Não achei o filme muito bom. Nele não aprece uma cena qualquer de São José Moscati entrando em uma Igreja sequer. Seria isso possível para um Santo?

    Reply

  5. danilo
    dez 27, 2011 @ 06:16:26

    Para ser Santo basta amar a Jesus,basta amar aos pobres,excluidos e indefesos

    Reply

  6. solange baza
    dez 27, 2011 @ 10:06:51

    Parabéns que Nossa Senhora o cubra com seu manto e São Miguel o defenda sempre com sua espada
    Felicidades Paz e Bem

    Solange , Marlene e Mauro

    Reply

  7. Vera Lúcia de Oliveira
    nov 16, 2012 @ 12:19:11

    Bom dia! em 16/11/l975 (beatificação)
    Muito bonita a vida de São Giusepe Moscati, médico dos pobres.
    Tenho o DVD e de vez em quando assisto o filme.
    Sim em sua biografia verdadeira, se fala que ele era celibatario perpetuo e nunca se casou.
    Fez consagração perpetua de sua virgindade. Muito dificil encontrar um homem assim, excetuando os santos.
    Aniello, o menino de rua que ele se afeiçoou e cuidou dele nos ultimos momentos.esta criança morreu de tétano.esta criança fazia proezas espantosas com ele e ele a tudo perdoava.
    Seu amigo Giulio Piromallo, soube da verdade sobre seu fiho com Cloé e já fora do condominio
    assiste ao seu funeral, ficou estupefato e entendeu que foi sim a alma de seu amigo José Moscati ainda o ajudou mesmo depois de morto.
    Tornei-me devota então dele e que Ele sempre interceda por mim, junto a Deus.
    Vera.
    Goiânia/Go/Brasil em 16/11/2012.

    Reply

Deixe um comentário