São Nicolau de Flue

21 de Março

São Nicolau nasceu em 1417, em Flueli, perto de Sachseln.

Seu desejo era seguir uma vida eremita, porém não conseguiu seguir seu intento. Foi deputado, conselheiro e juiz. Casou-se em 1445 com Dorotéia Wyss, com quem constituiu uma família numerosa, tiveram dez filhos, cinco homens e cinco mulheres. Um dos filhos foi vigário em Sachseln.

Nicolau mantinha ainda seu propósito de vida solitária, embora sua mulher fosse contra. Ao completar 50 anos pôde realizar seu sonho.

Sua vida santa e a prática de rigorosos jejuns chamavam a atenção das pessoas. Há testemunhos de que por longo período Nicolau alimentou-se exclusivamente da Eucaristia. Mais tarde decidiu morar num barraco perto de Flueli, de onde saía somente para ir a missa.

Por dois momentos deixou o solitário barraco para defender sua pátria: em 1473, devido à ameaça austríaca e em 1481, quando esteve para estourar uma guerra civil. Devido aos bons resultados de sua colaboração recebeu o título de “pai da pátria”

Seus vizinhos, sensibilizados por sua vida extremamente piedosa, construíram-lhe uma ermida e uma capela, que foi consagrada em 1469.
Ele morreu no dia 21 de março de 1487, exatos setenta anos do seu nascimento. O corpo de Nicolau está sepultado na Igreja de Sachslen. Beatificado em 1669, foi canonizado pelo Papa Pio XII em 1947. A memória de São Nicolau de Flue é venerada pela Igreja, no dia 21 de março e como herói da pátria, no dia 25 de setembro. Ele é o Santo mais popular da Suíça.

Deixe um comentário